Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

ERVA DANINHA I

ERVA DANINHA I

A Guine Bissau e o seu povo atualmente se encontram muito mobilizada e com esperanças renovadas. Contudo, a Direção do PAIGC parece não estar afins de reconhecer que o ambiente politico mudara. O vento é outro, mas eles persistem na retorica de ser o PAIGC vencedor das eleições.
Ninguém poe em causa   o facto de ter sido o PAIGC que ganhou as eleições. Contudo, a forma abusiva e arrogante com que vinha governando indignou o país. 

A nível do partido, optou pelo radicalismo, elegendo formas abusiva e prepotente de direção, perseguindo e seus camaradas e afrontando ate o Presidente da Republica.

Neste momento os guineenses estão muito animados e confiantes no seu Presidente da Republica e no seu executivo, suportado por PRS e Grupo dos 15 Deputados. O país conheceu nova dinâmica na sequencia da missão de boa vontade dos Chefes de Estado da sub-região, em que ao país foi submetido uma proposta de seis pontos constantes de um acordo para estabilização da Guine Bissau e que foi assinado por principais atores políticos guineenses.


Por isso, não se compreende o boicote as comemorações do dia nacional - independência da parte do PAIGC, partido libertador que soube enquadrar as forças do combatente e que levou a libertação do país. Hoje, eles continuam movimentando por mundo fora desinformando e estragando o nome do pais e do povo que apoia o PRS e o Grupo dos 15. Foi pena o PAIGC ainda ter uma erva daninha versus DSP como líder. - 

domingo, 25 de setembro de 2016

RECADOS AO PRESIDENTE JOMAV E PAIGC - I




Ontem o Presidente Mario Vaz ofereceu jantar no hotel Ledger Palace, por ocasião da celebração do dia nacional da Guiné Bissau.

Este post é para agradecer e felicitar a Sua Excelência – O Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, pela simplicidade e auto-confiança com que vem eexercendo as funções de Alto Magistrado da Nação.

Se não fizer este artigo não estaria bem com a minha consciência de politico discreto e atento a evolução da nossa sociedade.

Foi pena e triste ver os nossos camaradas do PAIGC distantes e ausentes, por não se terem disponibilizado, para comemorarmos todos juntos esta data que nos foi conseguida por PAIGC e geração de Combatentes da Liberdade da Pátria, que nos deram a independência. Uma data comum a todos os cidadãos guineenses. Uma data património e que deveria servir de ocasião para aglutinar todos os guineenses sem olhar pela cor politica.

Esta data de 24 de Setembro de 2016, deveria ser um marco de viragem das nossas contradições e diferendos, porque todos somos responsáveis pelo actual momento de crise que o país vive. Uns com mais ou menos responsabilidades, mas todos temos a nossa culpa no cartório do povo a começar pelos veteranos e pelo DSP até ultimo militante ou simpatizante e cidadão comum.

Todos somos responsáveis, porque na ânsia de venerar os nossos lideres e dirigentes descuramos o pilar da nação, quão seja a Bandeira da Unidade Nacional, um legado que nos foi deixado por Cabral e nossos Heróis e Mártires da Luta Armada de Libertação Nacional.

O dia de ontem “24 de Setembro” devia servir de ocasião não só a nossa coesão interna e institucional, bem assim, de ocasião de reaproximar todas as partes desavindas. Aqui culpo o Protocolo de Estado, que podia ter feito mais, trazendo para a confraternização nacional todos os símbolos viventes da Luta de Libertação Nacional e seus directos seguidores, porque todos somos continuadores de Cabral, cujo legado se funda nos princípios da Unidade e Luta desde os primórdios da Luta de Libertação Nacional.

A data de 24 de Setembro devia ser ocasião de olharmos para as estruturas da Nação, ainda em construção, e um olhar directo para o principio da Recuperação de Homem. Ontem seria ocasião de todos nos abraçarmos, chorarmos de alegria e de saudades dos nossos convívios e confraternizarmos em família da Nação Guineense.

Nós, por experiência própria, sabemos que não tem sido fácil a vida dos actuais dirigentes do PAIGC, cuja maioria professam as religiões que apregoam perdão, amor, carinho e dignidade humana.

PAIGC, PARE PARA PENSAR. E MAIS, TENHAM EM CONSIDERAÇÃO, QUE ESTAMOS NAS PALMAS DA MÃO DO ZECA - O PRESIDENTE JOMAV.

AJUDEMOS TODOS AO PRESIDENTE DA REPUBLICA PARA QUE NOS AJUDE A RECONCILIAR A NAÇÃO GUINEENSE, POIS QUE TODOS JUNTOS SOMOS POUCOS PARA ERRADICARMOS DA SOCIEDADE GUINEENSE O ESPECTRO DA FOME E DA POBREZA.

SOMEMOS ESFORÇOS, PARA RESOLVERMOS AS NOSSAS DIFERENÇAS PARA COM BASE EM “MOM NA LAMA” DESCOLARMOS O PAIS PARA QUE A TERRA POSSA ARRANCAR DE FORMA SUSTENTÁVEL.


P.S. Presidente JOMAV, muita saúde e longa vida para si e sua augusta e generosa família, que tenha muitos êxitos e prosperidade na sua nova missão de RECONCILIAR AS FAMILIAS POLITICAS E NAÇÃO GUINEENSE NO SEU TODO, FEITOS “CONTINUADORES DE CABRAL”, PORQUE O PAÍS E O POVO ESPERAM POR NÓS. QUEREMOS INDULTO PARA OS NOSSOS POLITICOS E ACTIVISTAS CONDENADOS, POR OCASIÃO DE 24 DE SETEMBRO.  


JOMAV SÃO ESTAS AS PALAVRAS OU SENTIMENTOS QUE NÃO CONSEGUI DIZER-LHE ONTEM, QUANDO LHE APERTEI AS MÃOS CALOROSAMENTE. SUAS FELICIDADES!

terça-feira, 20 de setembro de 2016

INCERTEZAS SOBRE A FORMAÇÃO DE UM GOVERNO DE UNIDADE NACIONAL, INCLUSIVO E CONSENSUAL:

A Guiné Bissau vem se debatendo com dificuldades de várias ordens, devido, essencialmente, a instabilidade politica que perdura há mais de um ano, levando a demissão de três governos, sendo dois do PAIGC e o primeiro Governo da iniciativa do Presidente da República.


Hoje, as disputas se agudizaram em torno do actual Governo, resultante dos arranjos promovidos por Sua Excelência o Presidente da República e que conta com apoios do PRS e do Grupo dos 15 Deputados perseguidos.

Porque o PAIGC nunca apoiou esta formula que levou Baciro Djá a frente do actual governo intensificaram a contestação desde a nomeação deste. Houve muita manifestação de radicalismo do PAIGC, que sempre contestou a nomeação do Baciro Djá a revelia do partido.

A insatisfação do PAIGC – ganhador das eleições gerais de 2014 subiram de tom e teve eco junto das Nações Unidas, União Europeia, União Africana, CPLP e da própria CEDEAO, que no âmbito da concertação incumbiram a organização sub-Regional para a resolução do diferendo politico que compromete as realizações do programa económico e de desenvolvimento social da Guiné Bissau.

Neste âmbito, e no quadro da execução das decisões da Conferencia dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO realizada desde Junho deste ano, em Dakar, estiveram em Bissau no passado dia 10 de Setembro, com vista a procurar soluções para a crise politica e económica que assola o pais.

Esta missão de bons ofícios encabeçada pelos Presidentes da Conacri e da Serra de Leoa teve como pano de fundo analisar um Plano de Saída da Crise acordados com todas as partes.

Contudo, não obstante a assinatura de um documento com o fito de restabelecer a paz e garantir o bom funcionamento das instituições da Republica, o que naturalmente contribuiria para a melhoria da vida das populações vem conhecendo sobressaltos, devido as interpretações tendenciosos das partes, em detrimento dos desígnios nacionais constantes dos seis pontos elencados no documento da CEDEAO.

De acordo com o compromisso as partes deveriam convergir para a formação de um governo de consenso e inclusivo, cuja missão principal seria a implementação da plataforma da mesa redonda e dirigir o país até as próximas eleições de 2018.

Convém destacar que as partes interessadas são aquelas constantes do ponto 1 do Documento da CEDEAO, ou seja a representação dos 15 Deputados dissidentes do PAIGC, o PAIGC, o PRS, outros partidos, a Sociedade Civil, Lideres Religiosos e Tradicionais.

Em face das dificuldades e exteriorização de pontos de vistas diferentes, da parte dos dois principais partidos, levanta-se um novo problema – a interpretação tendenciosa e disforme do espírito do documento que aponta para Governo de Consenso.

Acreditamos que a Sua Excelência, o Presidente da República vai usar da sua magistratura de influencias para levar as partes a  se entenderem para a formação do Governo de Consenso e Inclusivo.

Vamos rever o Comunicado da CEDEAO para analisarmos os seis pontos no seu conteúdo e forma: 





domingo, 21 de agosto de 2016

ATÉ QUANDO A ANP BLOQUEARÁ O NOVO GOVERNO?

COMO NEGOCIAR OU TRATAR COM A COMISSÃO PERMANENTE DA ANP, QUE VEM FAZENDO JOGOS POLÍTICOS DA ACTUAL DIRECÇÃO DO PAIGC?

COMO CONTORNAR O BLOQUEIO ESTRATÉGICO IMPOSTO AO NOVO GOVERNO? 

O GOVERNO TEM DE CONTINUAR A GOVERNAR E A TOMAR AS MEDIDAS URGENTES E INADIÁVEIS, PORQUE NO FUNDO O ATRASO DE APROVAÇÃO DO PROGRAMA DEVE-SE ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE AO AGENDAMENTO DA REUNIÃO DA ANP PELO PRESIDENTE DA ANP OU COMISSÃO PERMANENTE.

AFINAL, O QUE RECEIA OU PRETENDERÁ A ACTUAL DIRECÇÃO DO PAIGC?

LUTA PELO CONTROLO DAS PESCAS OU GATO ESCONDIDO COM RABO DE FORA

Aqui há Gato !

O ENIGMA DAS PESCAS:
Quando a pessoa deixa rastro em suas acções e acaba sendo descoberta.

O Plano ou Agenda oculta, para o Sector das pescas nacional, de certos responsáveis fieis a linha do DSP e da actual direcção do PAIGC já vem assumindo contornos mais claros e evidentes, como gato escondido com o rabo de fora.
Como estratégia visa contrariar todas as realizações marcantes do executivo no sector, pelo que procuram limitar e sitiar as acções programadas pelo Ministro da área, que vem enfatizando o apoio irreversível "A MOM NA LAMA"-
NÃO MORDAM A ISCA, QUE VAI SER FATAL PARA TODOS OS DIRIGENTES E RESPONSÁVEIS DESTE NOVO GOVERNO. AGORA É TENTATIVA DESENFREADA DE IMPEDIR OU TRAVAR AS MUDANÇAS INICIAIS PRECONIZADAS PELO TITULAR DAS PESCAS. E DEPOIS? 
QUAL A ÁREA MINISTERIAL QUE AINDA NÃO SOFREU INTRIGAS E DESCONFIANÇAS LANÇADAS PELOS AINDA DIRECTORES E COLABORADORES DO DSP,  COM O OBJECTIVO DE TRAVAR AS MUDANÇAS? 

ABRAM OS OLHOS, QUE O PODER É PARA SER EXERCIDO NA SUA PLENITUDE. NÃO SE PODE ASSUMIR A CÚPULA E DEIXAR AS BASES A MERCÊ DO ADVERSÁRIO, PORQUE CONTINUARÁ MANIPULAR E DAR AS CARTAS, EMBORA ÀS ESCONDIDAS.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

AFINAL , ALGUMAS BIDEIRAS DE PESCADO PROTESTARAM, PORQUE ACHARAM QUE LHES FORAM CORTADAS AS QUANTIDADES QUE DEVERIAM BENEFICIAR, DESCONHECENDO QUE A QUANTIDADE GERAL DO PEIXE RECEBIDO ERA MENOS DE 200 tONELADAS.

AS MENTIRAS E INTRIGAS NUNCA PERDURAM, POIS QUE A VERDADE ACABA SEMPRE POR VIR A TONA.

AS FONTES EXTRAPOLARAM A QUANTIDADE, EM JEITO DE INTRIGAS, AS BIDEIRAS REAGIRAM E O MINISTRO CORREIA LANDIM PEDE INTERVENÇÃO POLICIAL PARA AVERIGUAR A VERACIDADE DAS ACUSAÇÕES, QUE SE BASEARAM EM BOATOS E INTRIGAS.

HOJE A RESPONSÁVEL DE UMA DAS ORGANIZAÇÕES ECONÓMICAS DAS MULHERES, EM REUNIÃO COM AS AUTORIDADES DAS PESCAS ESCLARECE QUE REQUISITARAM SÓ 15 TONELADAS EM VEZ DE 30 TONS, UMA VEZ QUE A QUANTIDADE ERA SÓ CERCA DE 140 TONELADAS. PEDEM QUE SE LHES PERMITA RETIRAREM AS 15 TONELADAS JÁ PAGAS, POIS QUE CORREM O RISCO DE DETERIORAÇÃO NA CÂMARA DE CONSERVAÇÃO DO PESCADO.

CONTUDO, É BOM QUE SE ESCLAREÇA QUE OS RESPONSÁVEIS DAS PESCAS AGIRAM DE CONFORMIDADES COM A PRAXE DO SECTOR EM MATÉRIA DE VENDA DE PESCADO DESEMBARCADO POR NAVIOS DE PESCAS.

QUE ESTE INCIDENTE SIRVA DE EXEMPLOS AOS RESPONSÁVEIS DE OUTRAS ÁREAS PARA SE ACAUTELAREM CONTRA INTRIGAS, CALUNIAS E DIFAMAÇÕES, BASEADOS EM BOATOS E MANIPULAÇÕES POLITICAS.

DESTA VEZ TENTARAM INTRIGAR NUNO GRILO, SEM SE LEMBRAREM QUE ESTE SENHOR É HOMEM DE ESTADO E QUE JÁ FOI DIRECTOR GERAL DA RDN, SECRETÁRIO DE ESTADO E ATÉ MINISTRO DESTE PAÍS, CARGOS QUE SEMPRE EXERCEU COM HONRAS E DIGNIDADE. HOJE FOI CHAMADO PARA, A PAR DAS OUTRAS RESPONSABILIDADES, PRESIDIR UMA COMISSÃO DE GESTÃO DO PESCADO PARA GARANTIR QUE O MESMO CHEGUE AO CONSUMIDOR A BAIXO CUSTO. SI KANUA KA N'CADJA NÔ NA TCHIGA!

CIPRIANO CASSAMÁ MISTI CURRI I COÇA DJUDJU, MA BOLTIA-BOLTIA I KA MESINHO DI CAMBA-MAR

NÃO PODEMOS ESTAR COM DEUS E COM O DIABO, AO MESMO TEMPO. OU SE TRABALHA OU SE DORME A SOMBRA DO PASSADO:

PAIGC, DE FACTO NÃO TEM A SORTE. DEPOIS DOS OUTROS AGORA É A VEZ DO CIPRIAS BRICAR COM O PAIGC E COM A NAÇÃO GUINEENSE.

COM A ASCENÇÃO DO DSP A LIDERANÇA DO PAIGC O PARTIDO SOFREU MUITO, VENDO SUAS ESTRUTURAS E BASES DE APOIO A SEREM DESMANTELADAS POR UM GRUPO DE RESPONSÁVEIS INFANTIS, QUE NÃO "fod_m e não saem de cima".

COM O PODER NÃO SE BRINCA. QUEM TEVE PODER E NÃO O SABE GERIR, NÃO PODE AGORA PRETENDER O RETORNO CONTRA TUDO E TODOS. A ACTUAL DIRECÇÃO DO PAIGC TEM DE SE CONFORMAR COM A SITUAÇÃO DE PERDA DE MAIORIA PARLAMENTAR, EM CONSEQUENCIA DA EXPULSÃO DO GRUPO DE 15 DEPUTADOS PERSEGUIDOS. 

ATÉ OS ESTRANGEIROS E CERTAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO CANSADOS COM O INFANTILISMO POLITICO DOS DIGNATÁRIOS DO PAIGC E RECOMENDAM O AGILIZAR DO SISTEMA A NIVEL DO PARLAMENTO PARA QUE A DISCUSSÃO DO PROGRAMA SEJA AGENDADO, A FIM DE SE TIRAR O PAIS DESTE MARASMO.

A GUINÉ PRECISA SE DESCOLAR E ARRANCAR RUMO AO DESENVOLVIMENTO.

PRS CRITICA INTERFERÊNCIAS DO PAIGC NO PARLAMENTO GUINEENSE.

O PARTIDO MAIS ABERTO E DEMOCRÁTICO DA GUINE BISSAU, O PRS. VEM MANIFESTANDO SUA ESTRANHEZA PELA PERSISTÊNCIA DO PAIGC EM BLOQUEAR ESTRATEGICAMENTE O PARLAMENTO GUINEENSE.

COM ESTE PROPÓSITO, UMA COMITIVA DOS RENOVADORES E DO GRUPO 15, NOS ÚLTIMOS DIAS, VEM MANTENDO CONTACTOS COM AS SUAS BASES E DOS APOIANTES DOS DEPUTADOS PERSEGUIDOS PELA ACTUAL DIRECÇÃO DO PAIGC, PARA LHES DAR CONTA DO ACTUAL MOMENTO POLITICO, OU CRISE QUE VEM SENDO ALIMENTADA POR CIPRIAS CASSAMÁ E SEUS ACÓLITOS, EM OBEDIÊNCIA CLARA DAS DIRECTRIZES DOS CAMARADAS DA ALA DO DSP NO PAIGC.

ANTIGOS RESPONSAVEIS DE PESCAS INCENTIVAM ALGUMAS BIDEIRAS, QUE LHES SÃO FAMILIARES A TENTAREM INTRIGAR OS NOVOS TITULARES E RESPONSÁVEIS DAS PESCAS.

O QUE NÃO TERÁ FUNCIONADO NA CAMPANHA DE BAIXA DE PREÇO DO PESCADO, COMERCIALIZADO INTERNAMENTE EM BISSAU ?

ALGUMAS BIDEIRAS QUE DEVERIAM ESTAR CONTENTES, COM A BAIXA DE PREÇO DE PESCADO EM 40 PORCENTO, FICARAM FURIOSAS, COM A DIRECÇÃO DAS PESCAS, PORQUE PASSARAM A SOBRAR NAS MÃOS O PODER DE COMPRA EM CERCA DE 50 PORCENTO.

O PREÇO BAIXOU, MAS AS BIDEIRAS PASSARAM A CONTAR COM MAIS SOBRAS DE DINHEIRO QUE GOSTARIAM DE APLICAR NA COMPRA DE MAIS PESCADOS.

A DIRECÇÃO DAS PESCAS CONSIDERA AS ATITUDES DE ALGUMAS  BIDEIRAS DE EGOISTAS, QUE NÃO QUEREM DEIXAR OPORTUNIDADES PARA SE CONTINUAR A ATENDER CERTAS PESSOAS CONTEMPLADAS NOS PLANOS DE DISTRIBUIÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DO PESCADO, - COMO VEM SENDO TRADIÇÃO DESDE A DECADA DE 1980 A ESTA PARTE.

UM GRUPO DE BIDEIRAS COM O PODERIO DE COMPRAR SÓ ELAS TODO O PESCADO DISPONIVEL, QUEREM CONTINUAR CADA VEZ MAIS FORTES SEM QUERER SABER DAS OUTRAS QUE VÃO COMPRANDO EM PEQUENAS QUANTIDADES OU PARTE DO GRANDE PUBLICO DE RESTAURANTES E BARES, HOSPITAIS E AQUARTELAMENTOS OU DE PARTICULARES QUE SEMPRE SÃO BENEFICIADOS. 

É CASO PARA SE DIZER: 

Em casa onde falta pão, todos brigam e ninguém tem razão

RESTA A ACTUAL DIRECÇÃO DAS PESCAS E EM BENEFICIO DA POPULAÇÃO: INUNDAR O MERCADO INTERNO DE PESCADO, CONTRARIANDO ASSIM TODOS OS VICIOS E TENDÊNCIAS DE AÇAMBARCAMENTO E DE ESPECULAÇÕES.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

ENIGMAS E DRIBLES DO CIPRIAS, QUE SE REVELOU UM JOGADOR ASTUTO E MAQUIAVÉLICO, FINTANDO A TUDO E TODOS. ERA DE SE DESCONFIAR DA SUA PRONTA DISPONIBILIDADE E MANIFESTAÇÃO DE BOA VONTADE. AFINAL, ERA TUDO FALSO E MANOBRAS ENGANADORA.

Quais as motivações que levaram o Cipriano Cassamá a fingir colaborar com o Governo, no processo de apresentação do Programa? Não será que isto tem a ver com os seus interesses em suceder DSP a frente do PAIGC? Estarão os Tribunais à altura de dirimir mais este conflito? QUEREM FORÇAR A DESTITUIÇÃO DO PARLAMENTO? A estas e mais interrogações só CIPRIAS saberá responder.

MÁ FÉ - CIPRIANO CASSAMÁ FINGIU COLABORAR COM O GOVERNO, A FIM DE GANHAR TEMPO PARA SE ESGOTAR OS PRAZOS LEGAIS.


Guiné-Bissau: Assembleia coloca governo na ilegalidade


mediaCipriano Cassamá, o presidente da Assembleia Nacional Popular da Guiné-BissauFacebook de Cipriano Cassamá
O governo guineense queixa-se da falta de agendamento por parte da Assembleia do debate sobre o programa de governo que deveria subir ao hemiciclo o mais tardar até hoje.
Está instalado o braço de ferro entre o governo de Baciro Djá e a direcção do parlamento.
Pela voz do ministro de Estado e da presidência do conselho de ministros, Aristides Ocante da Silva, o governo acusa a direcção do parlamento de estar a boicotar o agendamento do programa do executivo, agendamento que devia ter sido feito desde o dia 29 de julho.
Ou seja, pelo facto de o parlamento ainda não marcar a data da discussão e eventual aprovação do programa do Governo, há uma estratégia deliberada por parte do lider do hemiciclo, Cipriano Cassama e coadjuvado pelo vice-presidente do órgão, Inacio Correia, em levar o executivo a cair numa ilegalidade.
Perante isto, o governo admite avançar para a justiça. É que perante a lei guineense, o governo tinha até o dia 2 de agosto, ou seja, esta terca-feira, para se apresentar ao Parlamento e ter a aprovação do seu programa, caso contrário, o executivo não cumpre a Lei Fundamental guineense.
Mussá Baldé,  correspondente RFI em Bissau.
Correspondência de Bissau - Mussá Baldé02/08/2016Ouvir

A QUEM COMPETE ACCIONAR OS MECANISMOS DE DEPURAÇÃO OU SANEAMENTO DE MAGISTRADOS LIGEIROS E MENOS RESPONSÁVEIS PARA NÃO DIZER CORRUPTOS? COMO SE RECRUTAM OS JUIZES E COMO SÃO AVALIADOS OU SEGUIDOS? QUAL O PAPEL DA INSPECÇÃO JUDICIAL OU DO GABINETE DE LUTA CONTRA CORRUPÇÃO NA MATERIA DE SANEAMENTO DE MAGISTRADOS, CUJOS COMPORTAMENTOS INDICIAM CORRUPÇÃO? QUEM GARANTE O CUMPRIMENTO DE CÓDIGO DEONTOLÓGICO POR PARTE DE JUÍZES? QUEM OS FISCALIZA?

Que premissas ou pressupostos para levar os Juízes GUINEENSES a ajuizar e decidirem, unicamente, segundo as Leis e suas consciências? 
Até quando os guineenses vão ter de sofrer com as decisões impensado, poucos felizes, imerecidas ou ligeiras de certos magistrados judiciais ou do ministério publico ?  

Quem e como accionar a fiscalização dos actos judiciais menos justas e ou pouco transparentes?

Porque é que certos magistrados pensam eles que estão acima das Leis e que podem decidir futuro ou vida da gente de livre arbítrio?

Quem pensam eles que são? Não são humanos? Não têm vida familiar, a ponto de ignorarem quem as têm?

Qual a defesa ou garantia dos cidadãos que enfrentam justiça?! Estão, na sua maioria, sujeitos ao capricho dos Juízes e dependentes de humor ou disposição destes?

Qual o limite, ou quem limita certos Juízes, que se enveredam por vias pouco transparentes e discricionário? Todos os servidores públicos ou categorias profissionais obedecem a certas normas ou regulamentos. Será que os juizes menos incautos, os parciais e tendenciosos não estão sujeitos a estas normas? São eles totalmente independentes  a ponto de decidirem pela vida do cidadão e condicionamento de suas liberdades a bel-prazer e sem consequências?

Quem, que estruturas e como parar um Juiz que falhe ou adie suas responsabilidades e que cometam ilegalidades, abusos ou injustiças? 

As inúmeras denuncias e lamentações das actuações de magistrados Gabriel Djedjo e Mario Ialá, que actuaram no "julgamento" de DOKA INTERNACIONAL DENUNCIANTE não são passíveis de averiguações e tirada de consequências em caso de comprovada violações ou omissões?

Convido a todos para uma profunda reflexão neste dia dos Mártires da Luta de Libertação Nacional.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

BACIRO DJÁ EM DUAS VIAGENS SUPLANTA EM VANTAGENS O DSP., QUE DURANTE UM ANO DE MANDATO EFECTUOU CERCA DE 50 VIAGENS, CUJO CUSTO E BENEFICIO NADA TEM A VER COM MENOS DE MEIA DUZIA DE VIAGENS DO BACIRO DJÁ. QUANDO UM CHEFE DE GOVERNO VIAJA TERÁ QUE SER MESMO PARA VALER. VIAGENS QUE APORTEM OU TRAGAM BENEFICIOS E QUE POSSAM REFLECTIR NO DIA-A-DIA DOS CIDADÃOS. BACIRO DJÁ SUPLANTA DSP NO ARRANQUE. AGORA É VEZ DE SE COMEÇAR A TRATAR OS DOSSIERS DE NOMEAÇÕES INTERMEDIAS E DE VIAGENS A MECA. OXALÁ QUE O NOVO GOVERNO TENHA,MAIS SUCESSOS NESTE CAMPO

SEGUNDA-FEIRA, 1 DE AGOSTO DE 2016

GOVERNO PRETENDE PRODUZIR ESTE ANO MAIS DE 80 MIL TONELADAS DE ARROZ

Radio Sol Mansi, 01-08-2016 - O primeiro-ministro afirma que sendo a Agricultura um pilar fundamental do desenvolvimento é importante transformá-la numa agricultura familiar para mecanizar por forma a permitir a modernizar a nossa cultura

Baciro Djá que falava no acto de lançamento da campanha agrícola 2016 no quadro do projecto “Mon na Lama”, financiado pela UEMOA num valor de 1.124 bilhões de francos cfa disse ainda que para a sua governação o desenvolvimento a agriculto e agro-pecuária são áreas importantes.

“ (…) Nesta perspectiva entendemos que é preciso centrarmos acções, através do projecto “Mom na Lama”, para podermos produzir na Guiné-Bissau mais de 80 mil toneladas de arroz que representa mais de 60 milhões de dólares de importação de arroz”, disse.

Na ocasião, também foram entregues materiais de lavoura, tendo o primeiro-ministro lembrado que o seu governo tinha prometido salvar o ano agrícola dentro de 100 dias da governação.

“Salvar o ano agrícola é preciso criar condições para os agricultores”, afirma Baciro Djá que revela, no entanto, que já foram criadas condições necessárias para salvar o ano lectivo.

Entretanto o ministro da agricultura, Rui Nené Djata, disse que o governo tem quinhentas toneladas de sementes de arroz que será distribuído a nível nacional; além de 20 toneladas de sementes de mancara; 10 Toneladas de feijão; 617 toneladas de fertilizantes e 6 novos tractores e moto-cultivadores para apoiarem na lavoura”

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos

AUTOSUFICIÊNCIA ALIMENTAR: GUINÉ-BISSAU VAI PRODUZIR TRACTOR COM APOIO DA CHINA

FINALMENTE MOM NA LAMA VAI PODER DESCOLAR EM GRANDE ESCALA, GRAÇAS AOS ESFORÇOS DO PRESIDENTE JOMAV E DO NOVO GOVERNO, CUJO CHEFE SE TEM DESDOBRADO EM CONTACTOS QUE TRAZEM MAIS VALIA PARA O PAÍS - FAZEM VIAGENS COM OBJECTIVOS.

OBRIGADO JOMAV! OBRIGADO PRS E OBRIGADO BACIRO DJÁ. VIVA COOPERAÇÃO QUE DÃO FRUTOS.
Bissau, 01 Ago 16 (ANG) – A Guiné-Bissau poderá iniciar em breve a produção local de tratores e outros materiais agrícolas, admitiu sexta-feira última, o Embaixador da República Popular da China, em Bissau.
 
Wang Hua que falava na cerimónia de entrega ao governo guineense de um lote de materias destinados à producão de arroz no país , anunciou a vinda, para breve, de tecnicos da China para pôr em marcha o referido projecto.
O donativo é constituido de máquinas agricolas, entre as quais um número indeterminado de tractores, sementes, fertilizantes entre outros.
Na ocasião, o diplomata chinês afirmou que, de agora em diante, estão criadas as condicões  para a concretização do projecto de producao sustentável de arroz, preconizado pelo Presidente, José Mário Vaz, para tornar o pais auto-suficiente.
Wang Hua frisou que a Guiné-Bissau possui recursos naturais como água em abundância, solos arráveis, um bom clima e, sobretudo, camponeses determinados a produzir o suficiente para abastecer o mercado e  exportar .
Disse acreditar que, dentro de pouco tempo, a Guine-Bissau vai tornar-se num país muito especial, porque vai contribuir no abastecimento de cereais para os restantes paises do continente africano e do mundo.
Wang Hua lembrou que o seu pais sempre ajudou a Guine-Bissau no domínio agrícola e recordou os mais de 1.300 toneladas de arroz que, em 2013, a  Republica Popular da China ofereceu ao pais.
Em resposta, o Presidente da Guine-Bissau agradeceu o gesto do povo da China pela oferta que chamou de fruto de uma boa cooperação e amizade entre os dois países.
Jose Mário Vaz prometeu que o executivo guineense vai fazer bom uso do donativo e acrescentou que os mesmos serào afectados directamente aos agricultores guineenses nos seus campos de cultivo.
"Em boa hora a República Popular da China e o seu embaixador aqui ouviu o nosso desafio de produzir os 80 mil toneladas de arroz que anualmente o pais importa para suprir as suas necessidades", disse o chefe de Estado guineense.
A concluir lembrou que a transformação e diversificação da agricultura constitui hoje um imperativo nacional e que passa necessariamente pela mecanização gradual da cadeia de produção e comercialização dos produtos na Guiné-Bissau.
ANG/JAM/SG

TERRA RANKA - DIREITO DE AUTORIA - BACIRO DABÓ

QUEREM SABER QUEM É O VERDADEIRO AUTOR E QUE PODERIA RECLAMAR O TITULO OU NOME?




LEMBRAM-SE DESTA MUSICA: "Nõ bim nam na és mundo, nô bim nam, pa bim sirbi.... 
Si nô sirbi-bem, nô bim nam pabim sirbi... 
Si nô sirbi mal, nô bim na pa bim sirbi.... 
Este é o trecho da musica que deu nome ao Album - 
TERRA RANKA DE BAS DABÓ. LEMBRAM-SE?



BAS DABÓ, MAJOR DI POVO, DESCANSE EM PAZ E QUE OS TEUS ALGOZES E CARASCOS, UM DIA, SEJAM TRADUZIDOS A JUSTIÇA!

E MAIS, SE É CERTO QUE O PAIGC LUTOU E PROCLAMOU A INDEPENDENCIA DA GUINÉ BISSAU,QUE OUSARÁ DIZER QUE ESTA INDEPENDENCIA É SÓ PARA OS GUERRILHEIROS E COMBATENTES DO PAIGC?
NÃO SE ESQUEÇAM QUE O PRÓPRIO PAIGC E SUAS CONQUISTAS SÃO PATRIMONIO NACIONAL, ISTO É DE PERTENÇA DE TODOS NÓS - OS GUINEENSES. BEM HAJA O PROGRAMA TERRA RANKA, QUE PARA NÓS É IGUAL AO DJITU TEM DI TEN, CONCEBIDO POR FAUSTINO FUDUT IMBALI, HOJE PATRIMONIO DA GUINÉ BISSAU, TAL COMO A INDEPENDENCIA E O NOME DA GUINÉ BISSAU QUE PERTENCEM AO PAÍS E O POVO.